UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

21/12/2009 - 20h37

Wall Street se recupera das perdas da semana passada

SÃO PAULO - As bolsas dos Estados Unidos tiveram hoje uma recuperação com relação às perdas da semana passada. A melhora de recomendação de algumas ações por parte de bancos de investimentos colaborou com a valorização.

O Dow Jones Industrial registrou aumento de 0,83% para 10.414 pontos, ao passo que o S & P 500 subiu 1,05%, para 1.114 pontos, e o Nasdaq, 1,17%, para 2.238 pontos. A indústria de alumínio Alcoa saltou 7,9%, aos US$ 15,73, depois que o Morgan Stanley elevou a recomendação do papel. Para o banco, o preço do alumínio deve continuar a subir nos próximos seis meses e a ação pode chegar aos US$ 22. A Intel também teve a recomendação melhorada pelo Barclays, para quem o preço do papel está baixo. As ações da fabricante de chips avançaram 2,3%, para US$ 20,09.

Outros destaques do dia foram as farmacêuticas, beneficiadas pela decisão do Congresso americano de prorrogar em um ano a entrada em vigor de uma nova taxa nessa indústria. Influenciou ainda o anúncio da Sanofi-Aventis a respeito da compra, por US$ 1,9 bilhão, do grupo americano Chattem, cujas ações subiram 33%, saltando para US$ 92,10. Já as ações da Sanofi-Aventis aumentaram 0,4%, para US$ 39,26. Além disso, a Aetna subiu 4,6%, para US$ 34, a Cigna Corp. ganhou 4,8%, para US$ 37,52, a Coventry Health Care Inc. subiu 2,1%, aos US$ 25,08, e o UnitedHealth Group Inc. registrou alta de 1,6%, aos US$ 32,04. Vale ainda a pena citar as siderúrgicas, que subiram depois de os Estados Unidos desaprovarem um pedido da China para que a Organização Mundial do Comércio (OMC) decidissem sobre a validade de tarifas impostas à importação de pneus chineses não viola regras globais de comércio. Os EUA aplicaram sanções preliminares na importação de tubos de aço chineses em novembro.

As ações da U.S. Steel Corp. subiram 5,7%, para US$ 52,01. Já as da Titanium Metals Corp. aumentaram 5,9%, aos US$ 11,98. Por sua vez, a AK Steel Holding Corp. registrou alta de 5,5%, fechando a sessão em US$ 21,09. (Karin Sato | Valor, com agências internacionais)

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host