UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

22/12/2009 - 16h36

Bolsas da Europa sobem, com decisão da Opep e setor imobiliário

SÃO PAULO - As bolsas da Europa fecharam em alta nesta terça-feira. Em Londres, o FTSE-100 encerrou as operações com alta de 0,65%, aos 5.329 pontos. O CAC-40, de Paris, ganhou 0,68%, aos 3.898 pontos e o DAX, de Frankfurt, subiu 0,26%, aos 5.946 pontos. Entre os fatores que animaram os investidores hoje está a decisão da Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep) de manter as cotas de produção de petróleo atuais, como já era esperado. Como consequência, o setor foi beneficiado e ações de petroleiras como BP, Royal Dutch Shell e Total subiram entre 1% e 2%. As bolsas também foram influenciadas positivamente por dados do mercado imobiliário dos Estados Unidos e do Reino Unido divulgados hoje, que podem estar antecipando uma recuperação econômica. Nos EUA, as revendas de casas aumentaram 7,4% em novembro, para uma taxa anualizada ajustada sazonalmente de 6,54 milhões de unidades, segundo a Associação Nacional de Corretores de Imóveis do país (NAR, na sigla em inglês). Na comparação com novembro de 2008, o indicador subiu 44,1%. Já no Reino Unido, uma pesquisa revelou o avanço das construções. Outro destaque foram ações de bancos gregos. É verdade que a Moody´s rebaixou o rating de crédito da Grécia para A2, mas a agência de risco explicou que os limites para títulos e os depósitos bancários da Grécia permanecem com classificação Aaa. Isso porque a instituição acredita ser improvável que, no curto prazo, a Grécia enfrente problemas de liquidez. Por conta disso, os bancos gregos registraram alta nesta sessão. O National Bank of Greece, por exemplo, ganhou 6,57%, e o EFG Eurobank subiu 8,8%. Hoje se destacaram também empresas do setor de tecnologia. Na Alemanha, a Infineon Technologies cresceu 3,50%, ao passo que, na França, a STMicroelectronics cresceu 2,96%. (Karin Sato| Valor, com agências internacionais)

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host