UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

22/12/2009 - 15h01

Dilma defende continuidade de obras, não do governo, diz Lula

RIO - A ministra Dilma Rousseff afirmou que espera a continuidade do governo atual, mas o próprio presidente Luiz Inácio Lula da Silva garantiu que a frase dita pela chefe da Casa Civil não se tratava de campanha, mas da cobrança pela continuidade das obras feitas pelo seu governo.

"Nós vamos ter a continuidade do governo do presidente Lula. Eu tenho certeza de que nenhum de nós vai deixar tudo o que nós conquistamos voltar atrás", disse Dilma em discurso durante a entrega de 416 apartamentos populares em Manguinhos, na zona norte do Rio.

Questionado por jornalistas a respeito das palavras de Dilma, Lula destacou que a ministra se referia a um passado em que obras de governos não eram finalizadas pelos sucessores.

"Acho que a Dilma quis falar isso, que as obras não podem parar, o país não pode parar. E, obviamente, a Dilma não poderia falar diferente. Eu quero continuidade, o Sérgio (Cabral) quer continuidade", ressaltou Lula.

O presidente rebateu questionamentos de que as inaugurações de obras signifiquem a antecipação da campanha eleitoral. Lula lembrou que não será candidato em 2010 e afirmou que apenas inaugura obras que o governo federal desenvolve em parceria com Estados e municípios.

"Só espero que o Serra não esteja inaugurando uma obra em parceria com o governo federal e não tenha me chamado. A única coisa que peço é que, se tiver parceria, me convide que eu vou lá com o maior carinho", brincou, evitando comentar os resultados das pesquisas eleitorais que mostram o avanço de Dilma.

(Rafael Rosas | Valor)

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host