UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

22/12/2009 - 18h24

Fatia de estrangeiro na dívida interna bate recorde em novembro

BRASÍLIA - O Tesouro Nacional informou hoje que, em novembro, a parcela de títulos públicos federais de emissão interna em poder do investidor externo bateu recorde em 7,77%, algo equivalente a R$ 104 bilhões, num estoque de R$ 1,389 trilhão.

A dívida pública mobiliária federal interna (DPMFI) cresceu 0,98% em relação à posição de dezembro de 2008, que era de R$ 1,264 trilhão. A parcela de curto prazo, de títulos a vencer nos próximos 12 meses, caiu para 25,8% ou R$ 359,58 bilhões, ante o equivalente a 26,5% em outubro.

De acordo com os dados do Tesouro, a fatia detida por estrangeiros na DPMFI equivalia a 7,68% em outubro. Com a crise internacional, os investidores sacaram esses recursos ao fim do ano passado, mas agora as aplicações estão superando os patamares pré-crise.

Técnicos da área de administração da Dívida Pública avaliam que a barreira de 2% do Imposto sobre Operações Financeiras (IOF), que vigora desde outubro sobre o ingresso desses recursos, pouco ou nada abalou o interesse desses investidores de longo prazo.

Em relatório, o Tesouro informou que as emissões da dívida interna em novembro totalizaram R$ 33,56 bilhões para resgates de R$ 25,64 bilhões. De forma que houve emissão líquida no valor de R$ 7,92 bilhões.

Para o Tesouro Direto, que capta recursos de pessoas físicas, o Tesouro emitiu R$ 89,33 milhões no mês passado. O estoque do programa soma R$ 3,152 bilhões.

(Azelma Rodrigues | Valor)

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host