UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

22/12/2009 - 10h54

Recolhimento de impostos pela Receita cai quase 4% no acumulado do ano

BRASÍLIA - A arrecadação total de impostos e contribuições federais e de contribuições previdenciárias se encontrava em R$ 624,420 bilhões de janeiro a novembro de 2009, em termos nominais. Com a correção pelo IPCA, o montante ficou em R$ 633,808 bilhões, de acordo com os dados divulgados pela Super Receita.

O recolhimento total subiu 0,80% em termos nominais e verificou redução real (com correção pelo IPCA) de 3,99% em relação ao mesmo período acumulado de 2008 (R$ 660,120 bilhões, corrigidos).

Do início deste calendário até novembro, a receita administrada (sem contribuição previdenciária) somou R$ 427,197 bilhões, em termos nominais, e R$ 433,659 bilhões, levando em conta a correção pelo IPCA. Isso representa queda real de 7,19% no confronto com igual intervalo de 2008 (R$ 467,270 bilhões, corrigidos).

As receitas previdenciárias, por sua vez, se situaram R$ 174,323 bilhões em termos nominais, ou R$ 176,971 bilhões atualizados pelo IPCA, uma alta real de 6,16% em relação a mesmo período de 2008.

As demais receitas (principalmente royalties da extração de petróleo) totalizaram R$ 23,178 bilhões a preços corrigidos, queda real de 11,38% no comparativo com janeiro a novembro de 2008 (R$ 26,153 bilhões).

(Azelma Rodrigues | Valor)

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host