UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

23/12/2009 - 08h54

2010 será o ano do investimento, diz Lula

BRASÍLIA - Em seu pronunciamento de fim de ano, ontem, em rede nacional de rádio e televisão, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva que, se 2009 foi o ano de estímulo ao consumo, agora a ênfase é reforçar o investimento. " E, assim, fazer a roda da economia girar de forma saudável e sustentada " , disse.

Lula citou a nova linha de crédito ao BNDES, de R$ 80 bilhões, a criação da Letra Financeira para os bancos privados, os incentivos à produção de bens de capital, o investimento de R$ 15 bilhões no Fundo da Marinha Mercante e a desoneração da produção de computadores como ações do governo para o estímulo ao investimento nacional. " Dessa forma, vamos consolidar uma nova leva de investimentos saudáveis na nossa economia e estimular o setor produtivo a continuar investindo e empregando cada vez mais brasileiros " , disse.

O presidente destacou que, em 2009, mesmo com a crise internacional, o Brasil teve um incremento no mercado de trabalho, em rota inversa ao resto do mundo. " De janeiro a novembro, criamos 1,413 milhão de empregos com carteira assinada. "

Ele creditou esse avanço a um equilíbrio entre consumo e investimento. Além da criação de empregos, Lula destacou como avanços sobre " a desigualdade, a pobreza e a injustiça " , o programa Luz para Todos; o Bolsa Família; a construção de escolas técnicas, universidades e extensões universitárias em cidades do interior; o Pro-Uni; o Programa de Aceleração do Crescimento (PAC), o Pré-sal, e o Minha Casa, Minha Vida.

Numa insinuação à candidatura da chefe da Casa Civil, ministra Dilma Rousseff em 2010, o presidente Lula concluiu que " por tudo isso, temos a grande responsabilidade histórica de fazer com que estas conquistas avancem ainda mais " . " E só podemos garantir isso com muito esforço, muito trabalho e com atenção plena, fazendo as escolhas corretas e tomando as decisões certas, nas horas certas. "

Lula encerrou seu pronunciamento nas TVs e rádios: " meu coração de brasileiro sente que, mais que nunca, recuperamos nossa capacidade de sonhar e realizar " . À noite, o presidente Lula ofereceu aos seus ministros um jantar de confraternização de fim de ano na Granja do Torto. (Danilo Fariello | Valor)

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host