UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

23/12/2009 - 09h10

Inflação medida pelo IPCA-15 fica em 0,38% em dezembro, apura IBGE

RIO - O Índice de Preços ao Consumidor Amplo-15 (IPCA-15) relativo a dezembro registrou alta de 0,38%, dentro das expectativas dos analistas de mercado. Em novembro, o indicador havia apurado inflação de 0,44%, informou o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). A menor variação do índice do mês, em relação a novembro, deve-se à desaceleração da alta dos alimentos, que passou de 0,39% para 0,17%. Produtos da cesta básica e de consumo popular ficaram mais baratos do que em novembro, caso do arroz, feijão, tomate, leite e carnes. O grupo dos produtos não alimentícios aumentaram 0,44% em dezembro. A maior contribuição individual para a variação do IPCA-15 foi o aumento de 46,56% nas passagens aéreas. Apenas esse item respondeu por 0,12 ponto do índice geral do mês de 0,38%. O IPCA-15 refere-se a famílias com rendimento de um a 40 salários mínimos e abrange as regiões metropolitanas do Rio de Janeiro, Porto Alegre, Belo Horizonte, Recife, São Paulo, Belém, Fortaleza, Salvador e Curitiba, além de Brasília e Goiânia. Entre os índices regionais, o maior foi verificado em Brasília (0,96%), puxado pelo reajuste de passagens aéreas. A taxa mais baixa ficou com Salvador, com 0,06%, refletindo a queda de preços de combustíveis e veículos usados. O indicador é uma prévia para o resultado do IPCA, índice escolhido pelo governo para balizar o regime de metas de inflação. O cálculo dos dois indicadores é baseado na mesma metodologia. Os preços para cálculo do índice relativo a este mês foram coletados no período de 14 de novembro a 11 de dezembro e comparados com os obtidos entre 14 de outubro e 13 de novembro. (Paula Cleto | Valor)

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host