UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

23/12/2009 - 16h43

Questão fiscal não justifica pressão em curva de juros, diz Augustin

BRASÍLIA - O secretário do Tesouro Nacional, Arno Augustin, disse que o superávit primário do governo central, de R$ 10,735 bilhões em novembro, é o melhor resultado para o mês da série ajustada, iniciada em 1997. " Estamos voltando a resultados primários normais. Portanto, que ninguém use mais a questão fiscal como desculpa para pressionar a curva de juros " , comentou ele. Augustin justificou que o bom resultado de novembro foi reflexo " da melhoria importante da atividade econômica, que gerou uma melhoria na situação fiscal do país. " O maior dinamismo gerou um resultado recorde na arrecadação federal para meses de novembro, de cerca de R$ 72 bilhões. O secretário destacou a contribuição de R$ 3 bilhões em receitas adicionais por adesão de contribuintes ao programa de refinanciamento de dívidas - o chamado Refis da Crise. Para dezembro, apesar do efeito sazonal de aumento de gastos do governo que gera resultados fiscais deficitários, ele disse acreditar que será " um resultado melhor do que o mesmo mês de 2008 " . Em dezembro do ano passado, afetado pela crise internacional, o governo central (Tesouro, Banco Central e Previdência) registrou déficit recorde para o mês no valor de R$ 19,99 bilhões. (Azelma Rodrigues | Valor)

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host