UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

11/01/2010 - 18h49

EUA estudam taxar bancos para recuperar verba de ajuda, dizem jornais

SÃO PAULO - O governo de Barack Obama estaria analisando a possibilidade de taxar bancos, a fim de reduzir o déficit orçamentário e recuperar o dinheiro público direcionado ao socorro a empresas do setor financeiro e automobilístico.

As informações foram divulgadas por jornais americanos como o "Wall Street Journal" e o "New York Times". Uma possibilidade estudada é a criação de uma taxa a ser aplicada sobre as dívidas das instituições financeiras. Com isso, além de ampliar a arrecadação, o governo conseguiria reduzir o risco ao qual os bancos se expõem. A outra possibilidade é impor a taxa ao lucro dos bancos. Esta segunda medida leva mais em conta a capacidade das empresas de arcar com a tarifa.

Por conta do Troubled Asset Relief Program (TARF), o programa de socorro do governo americano, o país já direcionou US$ 700 bilhões ao setor privado. Tarifar os bancos para que devolvessem esse dinheiro seria muito popular junto aos contribuintes, mas não junto a Wall Street.

O governo Obama terá alguns desafios para estruturar a ideia, reforçam os jornais. Dependendo dos detalhes da medida, os bancos podem, simplesmente, repassar a tarifa aos clientes ou investidores. Espera-se ainda pressão por parte de bancos públicos para que sejam excluídos da medida.

Por fim, o setor financeiro americano ainda não se recuperou totalmente da crise e alguns bancos ainda tentam reverter os prejuízos, de forma que não poderiam arcar com um aumento da carga tributária. (Karin Sato | Valor, com agências internacionais)

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host