UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

11/01/2010 - 19h24

Ex-secretários de Arruda vão comandar a CPI da corrupção

BRASÍLIA - Ex-secretário de Justiça do governo de José Roberto Arruda, o deputado distrital Alírio Neto (PPS) foi eleito hoje presidente da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Corrupção, da Câmara Legislativa do Distrito Federal (DF). Ele e o relator Raimundo Ribeiro (PSDB), ex-ocupante do mesmo cargo no governo do DF, serão os principais condutores do encaminhamento dos processos de impeachment contra Arruda, acusado de distribuição de dinheiro público a políticos e empresas.

Alírio Neto foi eleito por quatro votos a um, o do distrital Paulo Tadeu (PT), que também disputava o cargo. Após a eleição, o presidente da CPI disse que vai procurar trabalhar "da forma mais isenta possível".

Além dele, Ribeiro e Tadeu, vão compor a CPI os deputados distritais Batista das Cooperativas (PRP) e Eliana Pedrosa (DEM), também ex-secretária no governo Arruda. A primeira sessão da CPI foi marcada para esta quinta-feira, com prazo de seis meses para a conclusão dos trabalhos.

Com o fechamento da Câmara ao público, por ordem do distrital Leonardo Prudente, o deputado flagrado colocando dinheiro nas meias, que é presidente da Casa, vários incidentes entre manifestantes (principalmente do grupo "Fora Arruda e toda a Máfia") e policiais marcaram o dia de retorno dos distritais.

O governador Arruda é investigado e acusado pela Polícia Federal de comandar suposto esquema de distribuição de propinas com dinheiro público.

(Azelma Rodrigues | Valor)

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host