UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

11/01/2010 - 17h05

Preço da cesta básica caiu em 16 capitais no ano passado

SÃO PAULO - No ano passado, o custo da cesta básica caiu nas maiores capitais do Brasil, com exceção de Belém, onde os gêneros alimentícios de primeira necessidade registraram aumento de 2,65%. Os dados são do Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese).

Nas demais 16 capitais englobadas no estudo, houve retração. João Pessoa liderou o movimento, com queda de 14,92%, seguida por Natal, com diminuição de 12,57%, e Aracaju - queda de 12,47%. A retração menos significativa foi obtida em Vitória, com queda de 3,71%.

Analisando-se apenas o último mês de 2009, o preço da cesta básica aumentou em três capitais: Brasília (2,77%), Aracaju (0,78%) e Belém (0,37%).

Nas demais cidades pesquisadas, o preço da cesta caiu em dezembro, com retrações que variaram entre 1,39%, em Manaus, e 8,63%, em Salvador.

A cidade mais cara, em dezembro, foi Porto Alegre, onde o custo dos gêneros alimentícios essenciais ficou em R$ 237,58. Apesar da cifra ser a mais alta entre as capitais, denota uma queda de 6,78%, na comparação com o mesmo mês de 2008. São Paulo aparece em segundo lugar, com R$ 228,19, e Brasília em terceiro, com R$ 222,22. Os menores preços para o conjunto de gêneros alimentícios essenciais foram registrados em Aracaju (R$ 169,18), João Pessoa (R$ 170,63) e Recife (R$ 171,31).

O arroz e o feijão ficaram mais baratos, em dezembro, em todas as capitais analisadas. A queda mais expressiva do arroz foi registrada em Aracaju, com 30,14%. Já as quedas no custo do feijão variaram de 50,48%, em Goiânia, a 26,69%, em Natal. Um dos motivos foi o nível de chuva, que permitiu o cultivo desses dois produtos durante todo o ano. Já o item de maior peso na cesta básica, a carne, teve uma queda generalizada em seus preços, com apenas uma alta, verificada em João Pessoa (4,57%). Por sua vez, o custo do pão, segundo produto com maior peso na cesta básica, diminuiu em dez cidades, com destaque para João Pessoa, com queda de 12,64%, Fortaleza, com retração de 12,09%, e Natal, com queda de 10,26%.

(Karin Sato | Valor)

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host