UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

13/01/2010 - 11h13

Líder do governo confirma morte de Zilda Arns

BRASÍLIA - A coordenadora nacional da Pastoral da Criança, Dona Zilda Arns Neumman, é uma das vítimas brasileiras do terremoto que atingiu ontem Porto Príncipe, capital do Haiti. A informação é da líder do governo no Congresso, Ideli Salvatti (PT-SC), que esteve hoje no Palácio do Planalto e que acompanhou toda a movimentação do staff presidencial para o recolhimento de informações.

Segundo ela, todos os contatos estão sendo feitos pelo chefe de gabinete da Presidência da República, Gilberto Carvalho, que já conversou com parentes, inclusive com o senador Flávio Arns (PSDB-PR), sobrinho de Zilda. O parlamentar embarcou para o Haiti junto com o ministro da Defesa, Nelson Jobim.

" Parece que ela estava nas ruas de Porto Príncipe no momento do terremoto e teria sido atingida por algo", disse Ideli Salvatti. No Palácio do Planalto, a mobilização de ministros e assessores do presidente "é total", afirmou a líder do governo no Congresso.

A médica viajou neste final de semana para encontro missionário em uma entidade chamada CIFOR.US e estava hospedada na sede episcopal. De acordo com a assessoria de Zilda Arns, a coordenadora estava no Haiti para levar a metodologia de atendimento da Pastoral da Criança no combate à desnutrição.

O desaparecimento de Dona Zilda, de 75 anos, foi confirmado à Agência Brasil pelo filho Rubens Arns. Segundo ele, o último contato com a mãe foi feito no sábado.

(Agência Brasil)

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host