UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

14/01/2010 - 21h00

Embratel e Claro entram em reorganização de empresas de Slim

SÃO PAULO - A Embratel divulgou comunicado ao mercado informando sobre os planos da mexicana América Móvil, que controla a operadora Claro no Brasil, de realizar uma oferta pública de permuta de ações com os acionistas da Carso Global Telecom. Ambas as companhias pertencem ao megaempresário mexicano Carlos Slim, que pretende consolidar suas empresas de telecomunicações.

Se a oferta for aceita, a América Móvil irá adquirir, indiretamente, 60,7% das ações Telmex Internacional, que por sua vez controla indiretamente a Embratel.

Na sequência, a América Móvil realizará uma oferta pública de permuta ou compra das ações remanescentes da Telmex no mercado.

Concluída a reorganização, a América Móvil controlará 59,4% da Telmex México e 60,7% da Telmex Internacional (Telint).

A relação de troca na primeira parte do negócio deverá ser 2,0474 ações da América Móvil para cada ação da Carso Global Telecom. Depois, a América Móvil oferecerá aos minoritários da Telint o equivalente a 0,373 ação da América Móvil para cada papel da Telint, ou 11,66 pesos mexicanos (US$ 0,92) por ação, em dinheiro. A América Móvil não definiu prazo para realização das ofertas.

Analistas avaliam a transação em pouco mais de US$ 21 bilhões, em cálculo com base no preço da ação da América Móvil. A América Móvil declarou que, com a combinação, a empresa "poderá gerar sinergias importantes, desenvolvendo um maior esforço comercial e aproveitando de maneira mais eficiente suas redes".

(Téo Takar | Valor, com agências internacionais)

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host