UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

14/01/2010 - 13h15

Retorno nominal da poupança em 2009 foi o menor da história

SÃO PAULO - A rentabilidade nominal de 7,05% acumulada no ano passado pela caderneta de poupança foi a menor da história, de acordo com estudo da consultoria Economatica, que tem uma série histórica iniciada em 1966.

Segundo o levantamento, a variação mais baixa verificada anteriormente ocorreu em 2007, quando o rendimento nominal foi de 7,77%.

No entanto, o rendimento real da poupança, em valores ajustados pela inflação medida pelo IPCA, foi de 2,63%, o que supera a marca de 1,89% de 2008 e interrompe uma sequência de dois anos de queda.

A origem da poupança remonta ao século XIX, mas sua estrutura atual, com destinação ao financiamento habitacional, foi lançada em 1964-1965, quando uma lei instituiu a remuneração anual de 6% mais correção monetária. Hoje, o retorno ao poupador é definido pelo juro mensal de 0,5% acrescido da variação da Taxa Referencial (TR).

De acordo com os dados do Banco Central, as cadernetas de poupança fecharam 2009 com captação líquida de R$ 30,412 bilhões. Foi o segundo melhor resultado da série apurada pelo Banco Central (BC) desde 1995, superado apenas em 2007, quando os depósitos ultrapassaram os saques em R$ 33,37 bilhões.

(Eduardo Laguna | Valor)

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host