UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

15/01/2010 - 07h51

Indústria nos EUA e balanço do JP Morgan ditam pregão de sexta-feira

SÃO PAULO - A semana termina com destaque para os eventos externos. A agenda americana conta com a produção industrial de dezembro, que deve registrar alta de 0,5%. Também será conhecido o índice de preços ao consumidor (CPI, na sigla em inglês). O consenso sugere inflação de 0,2% em dezembro, vindo de 0,4% em novembro. Para o núcleo do indicador, que tira alimentos e energia da conta, a estimativa é de alta de 0,1%. Ainda hoje sai uma prévia da confiança do consumidor.

No front corporativo, os investidores reagem aos números da Intel, que reportou lucro de US$ 2,3 bilhões, ou US$ 0,40 por ação, no quarto trimestre de 2009, forte recuperação ante um lucro de US$ 234 milhões, ou US$ 0,04 por ação, registrados um ano antes. O resultado ficou acima dos US$ 0,30 estimado pelos analistas e as ações da empresa tiveram alta no after market da Bolsa de Valores de Nova York (Nyse, na sigla em inglês). Agora pela manhã, a atenção é o balanço do JP Morgan, primeiro grande banco a divulgar resultado. O Citigroup também é cotado para divulgação.

Na agenda doméstica, a Fundação Getúlio Vargas (FGV) mostra o Índice Geral de Preços - 10 de dezembro. O índice deve voltar a apontar inflação após queda de 0,07% em novembro.

Na próxima semana, o destaque da agenda interna fica por conta do IPCA-15 a ser divulgado na sexta-feira. Nos EUA, a agenda econômica é fraca, o que deixa o foco nos resultados trimestrais de grandes empresas como Google, Amex, Goldman Sachs, eBay, Xerox, GE e McDonald´s.

(Eduardo Campos | Valor)

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host