UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

18/01/2010 - 16h05

Commodities sustentam alta de bolsas europeias

SÃO PAULO - O setor de commodities ajudou as bolsas europeias a fechar em alta nesta segunda-feira. Os mercados operaram sem a referência das bolsas americanas, fechadas por conta do feriado de Martin Luther King.

O FTSE 100, de Londres, registrou alta de 0,72%, aos 5.494 pontos, seguida pelo DAX de Frankfurt, que também andou 0,72%, para 5.919 pontos. O CAC 40, de Paris subiu 0,58%, para 3.977 pontos.

As ações das mineradoras lideraram as altas em Londres, acompanhando o avanço dos contratos futuros de metais. Antofagasta ganhou 1,46%, acompanhada pela Kazakhmys (+2,48%).

As ações da Richemont, listada na bolsa suíça, subiram 3,1% depois que a gigante de artigos de luxo reportou alta de 2% nas vendas do quarto trimestre, impulsionada pela venda de joias e relógios.
As preocupações sobre a necessidade de um ajuste fiscal na Grécia derrubaram os papéis de bancos do país. o banco Pireus recuou 2,7% e enquanto o Alpha caiu 7,7%. As novas baixas se seguiram às perdas já registradas na sexta-feira pelo setor bancário mundialmente, por conta dos resultados apresentados pelo JP Morgan.
Outro destaque do dia foi a International Power, maior produtora de eletricidade do Reino Unido. Os papéis registraram forte oscilação por conta de notícias sobre um possível acordo com o grupo francês GDF Suez, divulgadas por jornais britânicos.

No entanto, a empresa divulgou comunicado à Bolsa de Londres informando que as negociações já não estão mais em curso. Com isso, os papéis da companhia, que chegaram a subir mais de 10%, fecharam com perda de 3,45%.

As ações da Cadbury avançaram 1,76%, para 807,50 pence (centavos de libra), na expectativa de aumento da oferta da Kraft pela companhia. A americana deve elevar até amanhã sua proposta de cerca de 770 pence para até 820 pence, segundo os jornais britânicos. Já a Hershey tem até 23 de janeiro para mostrar sua oferta final. Os acionistas da Cadbury têm até 2 de fevereiro para decidir entre as duas companhias.

(Téo Takar | Valor, com agências internacionais)

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host