UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

19/01/2010 - 14h52

Bovespa segue em alta, mirando os 70 mil pontos; dólar sobe a R$ 1,778

SÃO PAULO - A Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa) segue em terreno positivo e volta a se aproximar dos 70 mil pontos. Por volta das 14h45, o Ibovespa apontava alta de 0,63%, aos 69.834 pontos, com giro financeiro de R$ 2,94 bilhões. As compras por aqui são reflexo do bom humor do mercado americano. Há pouco, o Dow Jones marcava alta de 0,68%, enquanto o S & P 500 e o Nasdaq se valorizavam 0,73% e 0,97%, respectivamente. Os investidores lidaram bem com o balanço do Citigroup, utilizando a menor perda na unidade de empréstimos ao consumidor americano como justificativa para comprar ações da empresa.

Já os papéis o Bank os America, que apresenta balanço amanhã, e do JP Morgan seguiam sob pressão vendedora.

O Citi fechou o quarto trimestre com um prejuízo de US$ 7,6 bilhões, ou US$ 0,33 por ação, reflexo do custo para sair do programa de auxílio do governo americano, que ainda detém 27% do capital do banco. A perda esperada era de US$ 0,30 por ação. Tirando os gastos extraordinários, o resultado ainda é negativo em US$ 1,4 bilhão. No mercado de câmbio, o apetite por ações não reduziu a demanda por dólares no mercado local. A moeda americana segue em alta contra o real. Há pouco, a taxa era de R$ 1,778 na venda, 0,62% mais cara do que ontem.

Dentro do Ibovespa, Vale PNA lidera os ganhos, apontando alta de 1,13%, a R$ 47,23. Mas Petrobras PN segue sob pressão vendedora, recuando 0,60%, a R$ 36,33. Com o terceiro maior volume do índice OGX Petróleo ON se valorizava 0,88%, a R$ 19,35. Também no setor de matérias-primas, Fíbria ON se valorizava 2,82%, a R$ 37,53, e MMX ON tinha acréscimo de 2,01%, a R$ 15,20.

O setor financeiro também chama investidores. Itaú Unibanco PN estava em os mais negociados do dia, ganhando 0,39%, a R$ 37,75. Mais firme, Bradesco PN aumentava 1,56%, a R$ 36,97.

Puxando as vendas, PDG Realty perdia 2,03%, a R$ 15,87. A empresa apresentou o Anúncio ao Mercado de sua oferta secundária de ações, que pode bater R$ 1,8 bilhão.

No setor de Telecom, Brasil Telecom PN marca novo pregão de baixa, devolvendo 1,03%, a R$ 14,35. A ação já perdeu mais de 14% desde que a Telemar anunciou que irá rever a oferta de troca de ativos em função de passivos legais envolvendo a BrT. O destaque de alta segue com CCR Rodovias ON, que ganhava 4,67%, a R$ 43,40. TAM PN apontava alta de 2,61%, a R$ 40,40. A subsidiária Multiplus, responsável por uma rede de fidelização de clientes e pelos programas de milhagem da companhia, apresentou os termos de uma oferta inicial de ações que pode movimentar mais de R$ 1,2 bilhão.

Fora do índice, Brasil Ecodiesel ON segue com elevado volume. O papel ganhava 1,44%, a R$ 1,40, com mais de R$ 92 milhões transacionados.

(Eduardo Campos | Valor)

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host