UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

19/01/2010 - 11h14

Bovespa apresenta volatilidade, antes da abertura de Wall Street

SÃO PAULO - Após uma abertura positiva, o mercado acionário brasileiro apresenta volatilidade nos negócios desta quarta-feira, em meio à divulgação de balanços e indicadores no cenário externo.

Por volta das 12h, o Ibovespa, que já oscilou entre 70.821 e 71.189 pontos, subia apenas 0,09%, aos 70.980 pontos, e girava R$ 670 milhões.

Na BM&F, o Ibovespa futuro, com vencimento em fevereiro de 2011, apresentava baixa de 0,17%, com o registro de 71.380 pontos.

Ontem, o Ibovespa havia avançado 0,44%, aos 70.919 pontos.

Nos Estados Unidos, os índices futuros operavam sem direção definida, enquanto as bolsas europeias mostram ligeira perda.

Apesar de os resultados corporativos da Apple e da IBM terem injetado um ânimo inicial non início do dia, os agentes agora destinam atenção aos balanços do Goldman Sachs e do Wells Fargo.

Ainda na economia americana, o Departamento do Comércio revelou que a atividade de construção de casas no país diminuiu 4,3% em dezembro de 2010, para uma taxa anualizada sazonalmente ajustada de 529 mil - número mais fraco que o esperado.

Os alvarás de construção aumentaram 16,7% entre novembro e dezembro do ano passado, com a taxa anualizada sazonalmente ajustada passando de 544 mil (após revisão) para 635 mil no período - resultado superior às estimativas de analistas.

Na Europa, Portugal realizou voltou a testar a confiança dos investidores em sua economia. O país obteve 750 milhões de euros em leilão de títulos da dívida, em que a demanda superou a oferta em 3,1 vezes.

No cenário corporativo brasileiro, as "blue chips" operavam praticamente estáveis. Minutos atrás, Vale PNA cedia 0,14%, para R$ 53,33, enquanto Petrobras PN avançava 0,07%, a R$ 27,74.

As maiores altas do Ibovespa partiam das ações Braskem PNA (1,47%, a R$ 20,58), Klabin PN (1,68%, a R$ 6,02) e TAM PN (2,03%, a R$ 41,55).

No campo negativo, destaque para as ações Embraer ON (-1,02%, a R$ 13,46), MMX ON (-1,21%, a R$ 11,37) e BM&FBovespa ON (-1,30%, a R$ 12,06).

Fora do Ibovespa, destaque para os papéis ON do frigorífico Minerva, que subiam 2,61%, para R$ 7,07.

A empresa anunciou ontem a aquisição do Frigorífico Pul, do Uruguai, por US$ 65 milhões, incluídos investimentos em modernização e expansão. Cerca de US$ 14 milhões serão pagos por meio da emissão e transferência de 2.704.000 ações do Minerva, ao preço de R$ 8,75 por papel.
Fluxo externo
Ainda no mercado brasileiro, o fluxo estrangeiro na Bovespa está positivo em R$ 2,044 bilhões no acumulado de 2011, até o dia 17 de janeiro, resultado de compras no valor de R$ 25,175 bilhões e de vendas de R$ 23,131 bilhões.
Apenas na segunda-feira passada, quando o Ibovespa caiu 0,47%, para 70.609 pontos, o estrangeiro mostrou injeção líquida de R$ 10,3 milhões no mercado.

(Beatriz Cutait | Valor)
Hospedagem: UOL Host