UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

19/01/2010 - 16h36

Curva de juros registra abertura após divulgação de dados de inflação

SÃO PAULO - Na segunda divulgação do mês, a inflação medida pelo Índice Geral de Preços - Mercado (IGP-M), da Fundação Getúlio Vargas (FGV), e pelo Índice de Preços ao Consumidor (IPC) no município de São Paulo, da Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe), superou a previsão do mercado, o que repercutiu no aumento dos prêmios de risco.
Os dois indicadores refletiram principalmente o reajuste das tarifas de ônibus urbano em São Paulo e o aumento dos preços de alimentos.

O IGP-M registrou alta de 0,51% no segundo decêndio de janeiro, forte aceleração em relação à deflação de 0,18% apurada em igual período de dezembro.
O Índice de Preços por Atacado (IPA), que responde por 60% do IGP-M e que havia recuado 0,38% na segunda prévia de dezembro de 2009, teve alta de 0,44% nesta medição.
Já o Índice de Preços ao Consumidor (IPC) subiu 0,74% no segundo decêndio de janeiro, aceleração de 0,55 ponto percentual em relação ao mesmo período do mês passado, enquanto o Índice Nacional de Custo da Construção (INCC), responsável por 10% do IGP-M, apresentou alta de 0,40% nesta medição, ante a inflação de 0,22% apurada em igual intervalo de dezembro.

O IPC da Fipe, por sua vez, teve alta de 0,85% na segunda medição de janeiro, depois de ter subido 0,48% na primeira quadrissemana.

O sócio-gestor da Leme Investimentos, Paulo Petrassi, ressalta que os dois indicadores inflacionários pressionaram a curva de juros, com destaque para o IGP-M. também contribuíram para o aumento dos prêmios de risco os números do mercado de trabalho em São Paulo.

Segundo levantamento da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp), o nível de emprego na indústria paulista registrou queda de 3% de novembro para dezembro de 2009, com o fechamento de 67 mil postos de trabalho.
Com o ajuste sazonal, entretanto, houve alta de 0,31% na mesma base de comparação. Em 2009, houve o corte de 98 mil empregos no setor, uma baixa de 4,32% ante o nível de emprego do fim de 2008.
"Os números de emprego em São Paulo também vieram um pouco mais fracos, e os DIs cederam mais. Hoje houve um ajuste global da curva", pontuou Petrassi.

Segundo o gestor, a aceleração mais forte da inflação, que só será de fato confirmada com a divulgação do Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo-15 (IPCA-15) de janeiro, na sexta-feira, pode resultar na antecipação do início do ciclo de aperto monetário.

"Os dados de inflação abrem a possibilidade de uma elevação dos juros não em abril, mas em março. O número importante sairá na sexta e ele irá nortear o mercado. Se ele vier acima do previsto, o Focus já deve projetar o aumento dos juros em março", observou.

Na previsão da Leme Investimentos, o IPCA-15 deve apurar inflação de 0,45% no primeiro mês do ano, depois de subir 0,38% em dezembro. A instituição estima que o aperto monetário terá início em junho, porém, se a aceleração do IPCA-15 superar sua projeção, o ciclo poderá ser antecipado para a reunião de março. A Leme aposta na elevação da taxa Selic em dois pontos percentuais, para 10,75% ao ano.

Ao final da jornada, o contrato de Depósito Interfinanceiro (DI) com vencimento em janeiro de 2011, o mais líquido do dia, subia 0,07 ponto na Bolsa de Mercadoria e Futuro (BM & F), para 10,34%. Já o vencimento para janeiro de 2012 ganhava 0,04 ponto, a 11,72%, enquanto o contrato do primeiro mês de 2013 tinha alta de 0,03 ponto, a 12,33%.

Na ponta curta da curva, o DI de julho de 2010, que divide as apostas quanto à possibilidade de alta na Selic no primeiro ou no segundo semestre, subia 0,04 ponto, a 9,14%, enquanto o contrato de abril de 2010 estava estável, a 8,70%, assim como a taxa de março de 2010, a 8,67%.

Até as 16h15, antes do ajuste final de posições, foram negociados 505.180 contratos, equivalentes a R$ 44,485 bilhões (US$ 25,103 bilhões), bem acima do total registrado ontem (R$ 29,4 bilhões). O vencimento para janeiro de 2011 foi o mais negociado, com 254.895 contratos, equivalentes a R$ 23,213 bilhões (US$ 13,099 bilhões).

(Beatriz Cutait | Valor)

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host