UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

20/01/2010 - 10h35

Conta corrente fecha 2009 com déficit de US$ 24,334 bilhões

BRASÍLIA - A conta corrente do Balanço de Pagamentos brasileiro teve um resultado negativo de US$ 24,334 bilhões em 2009, o correspondente a 1,55% do Produto Interno Bruto (PIB), acima das previsões do Banco Central (BC), que aguardava resultado negativo de US$ 22 bilhões.

As transações correntes mensuram o desempenho das compras e vendas de bens e serviços de um país com o exterior, abrangendo dados da balança comercial, da conta de serviços e das transferências unilaterais do país. Em 2008, quando a crise global abalou o resultado das contas externas do país, o déficit foi de US$ 28,192 bilhões (1,72% do PIB), o pior em uma década.

Apenas em dezembro de 2009, as transações correntes apresentaram déficit de US$ 5,947 bilhões, pior do que o resultado verificado no mesmo mês de 2008, quando o déficit equivaleu a US$ 3,119 bilhões.

A conta corrente é formada por três itens. Um é a balança comercial resultante de exportações e importações. Outro são as transferências unilaterais correntes, que são recursos enviados por brasileiros que moram no exterior. O terceiro é a conta de serviços e rendas, que une serviços em geral (como viagens e transportes) com as rubricas da conta de rendas: salários e ordenados e fluxos de receitas e despesas com lucros e dividendos e com juros de empréstimos intercompanhias e de títulos de dívida e rendas de investimento direto e em carteira.

O resultado de 2009 decorreu de saldo positivo de US$ 25,347 bilhões na balança comercial, ultrapassado pelo déficit de US$ 52,945 bilhões na conta de serviços e rendas. Houve ingresso de US$ 3,263 bilhões nas transferências unilaterais correntes.

(Azelma Rodrigues | Valor)

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host