UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

26/01/2010 - 17h28

Dólar marca sexta alta seguida e acumula valorização de 5,34% no ano

SÃO PAULO - A alta de 0,87% nos negócios desta terça-feira, que levou o dólar para R$ 1,834 na compra e R$ 1,836 na venda - maior cotação desde 9 de setembro de 2009, quando a moeda tinha o mesmo valor -, marcou seu sexto dia seguido de valorização.

A sequência, que não era vista desde o fim de agosto de 2009, levou o dólar a acumular apreciação de 3,90%. Desde o início de 2010, o dólar já avançou 5,34%.

Na roda de "pronto" da Bolsa de Mercadorias e Futuros (BM & F), o dólar subiu 0,41%, para R$ 1,8304. O volume caiu de US$ 56 milhões, na sexta-feira, para US$ 25,750 milhões hoje. Já os negócios no interbancário subiram de US$ 1,2 bilhão para US$ 3,2 bilhões, no mesmo período.

Com mínima de R$ 1,828 e máxima de R$ 1,850, o fôlego dos compradores pela moeda americana diminuiu na parte da tarde, após o leilão de compra de dólar no mercado à vista, realizado pelo Banco Central (BC). A taxa de corte da operação desta terça-feira correspondeu a R$ 1,8460.

"Vemos um movimento mundial de aversão a risco, com as commodities caindo e o dólar subindo contra outras moedas, e não temos no âmbito interno nenhuma notícia que justifique uma queda em relação ao real", comentou o gerente de tesouraria do Banco Prosper, Jorge Knauer. "Há fatores externos que influenciam a alta do dólar e nenhum interno para contrapor isso." O novo dia de apreciação do dólar no mercado brasileiro não foi um movimento isolado, visto que o euro também voltou a perder força em relação à moeda americana.

Na avaliação do gerente, 2010 deve ser um ano de maior volatilidade para o mercado cambial . Para ele, o movimento altista verificado nos últimos dias não pode ser considerado uma tendência. O banco espera que, ao fim do ano, a cotação do dólar esteja situada numa faixa entre R$ 1,75 e R$ 1,85.

(Beatriz Cutait | Valor)

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host