UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

29/01/2010 - 17h11

Camargo Corrêa retira proposta de fusão com a Cimpor

SÃO PAULO - O grupo Camargo Corrêa decidiu retirar a proposta de fusão com a Cimpor anunciada no dia 13 de janeiro, mas informou que segue interessada na cimenteira portuguesa e que continua estudando "ativamente" alternativas ao negócio.

"A Camargo Corrêa mantém-se seriamente interessada numa solução de criação de valor com a Cimpor", informou a companhia, que propôs ter na fusão uma participação inferior a 50%.

A proposta do grupo ainda previa a distribuição aos acionistas da cimenteira de um dividendo extraordinário no valor de até 350 milhões de euros, além da aquisição de uma participação entre 15% e 25% na Cimpor como condição prévia à fusão.

A retirada segue a determinação da comissão de valores mobiliários portuguesa - a CMVM - de que a Camargo Corrêa deveria retirar ou reformular a proposta aos moldes da oferta pública da CSN pela totalidade das ações da produtora de cimento.

O grupo de Benjamin Steinbruch chegou a acusar a Camargo Corrêa de tentar assumir o controle da Cimpor em condições mais favoráveis e solicitou a intervenção da CMVM.

Em sua resposta aos reguladores, a Camargo Corrêa disse hoje que está segura da legalidade de sua proposta, que estava em estudo há bastante tempo.

(Eduardo Laguna | Valor)

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host