UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

29/01/2010 - 13h32

Zona do euro registra desemprego de 10% em dezembro

SÃO PAULO - A taxa de desemprego dos países da zona do euro foi de 10% em dezembro, com ajuste sazonal, contra um índice de 9,9% de novembro, nos dados revisados. Já em dezembro de 2008, o índice foi de 8,2%. O dado foi divulgado hoje pela agência oficial de estatísticas Eurostat e representa a taxa de desemprego mais alta desde agosto de 1998.

A estimativa é de que 15,763 milhões de homens e mulheres dos países de moeda comum estavam sem emprego no último mês do ano passado. Na comparação mensal, esse total significa aumento de 87 mil pessoas nessa condição. Já na comparação anual, o desemprego aumentou em 2,787 milhões de pessoas.

Já nos 27 países da União Europeia, a taxa de desemprego ficou em 9,6% em dezembro, ante os 9,5% de novembro e os 7,6% registrados um ano antes.
Assim, o último mês do ano passado registrou o maior nível de desemprego para a região desde o início da série histórica, em janeiro de 2000.
Estima-se que, no total, 23,012 milhões de pessoas estavam sem emprego em dezembro, nos países da União Europeia, o que denota um aumento de 163 mil desempregados em relação a novembro, e de 4,628 milhões em comparação a igual mês do anterior.
Os países que registraram os acréscimos mais significativos em dezembro foram a Letônia, com alta de 22,8% contra 11,3% um ano antes; a Estônia, que registrou aumento de 6,5% para 15,2%; e a Lituânia, que passou de 6,5% para 14,6%.

Por outro lado, apresentaram as menores altas na comparação anual Alemanha, com aumento de 7,1% para 7,5%; Luxemburgo, que passou de 5,3% para 6,2% em dezembro; e Bélgica, com acréscimo de 7,1% para 8,2%.
(Karin Sato | Valor)

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host