UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

01/02/2010 - 11h48

Bovespa oscila com leve alta de 0,24% e dólar cai a R$ 1,884

SÃO PAULO - A Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa) manteve o leve o movimento de alta seguido a divulgação de indicadores sobre a economia americana. Por volta das 11h40, o Ibovespa marcava valorização de 0,24%, aos 65.556 pontos, com giro financeiro em R$ 358 milhões. Em Wall Street, os índices futuros seguiram no terreno positivo depois que foi divulgado um crescimento de 0,2% no gasto do consumidor americano em dezembro, avanço menor que o previsto, enquanto a renda aumentou 0,4%, superando a expectativa. A agenda ainda reserva o índice de atividade no setor industrial e os gastos com construção em dezembro.

No câmbio, o dólar comercial ainda busca direção. Depois de subir a R$ 1,895, há pouco, a moeda perdia 0,05%, a R$ 1,884 na venda. No campo externo, o dólar também perdia para o euro.

De volta à Bovespa, destaque para as ações da Cosan. O papel ON ganhava 6,71%, a R$ 22,73. A sucroalcooleira assinou um memorando de entendimento com a Shell para unir os negócios de etanol e distribuição de combustíveis. O valor estimado da operação é de US$ 12 bilhões.

O papel ON da OGX Petróleo avançava 0,65%, a R$ 16,91. A companhia encerrou a campanha de perfuração no poço 1-OGX-4-RJS e estima um volume total de óleo recuperável entre 100 milhões e 200 milhões de barris. Também foi anunciada nova descoberta no poço OGX-5.

Bom desempenho, também, para as ações PNA da Braskem, que subiam 0,82%, a R$ 13,37. A petroquímica comunicou a compra da americana Sunoco Chemicals, com capacidade anual de 950 mil toneladas de polipropileno, por US$ 350 milhões. Tal operação é vista como um passo importante no processo de internacionalização da companhia.

Entre os carros-chefe, Vale PNA tinha acréscimo de 0,59%, a R$ 42,39, mas Petrobras PN recuava 0,26, a R$ 34,08. No setor financeiro, Banco do Brasil ganhava 4,12%, para R$ 29,26. O banco anunciou um impacto positivo de R$ 1,6 bilhão no balanço de 2009.

Na ponta de venda, Lojas Renner ON tinha baixa de 1,61%, a R$ 35,40, Fibria ON recuava 1,40%, a R$ 33,71, e LLX ON diminuía 1,79%, a R$ 8,19.

(Eduardo Campos | Valor)

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host