UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

01/02/2010 - 16h12

Europa fecha em alta, impulsionada pelas companhias aéreas

SÃO PAULO - Resultados corporativos e bons dados nos EUA fizeram com que a Europa revertesse a tendência e fechasse em território positivo nesta sessão de segunda-feira.

A cautela do início da sessão, com as expectativas de que o governo chinês poderá adotar mais medidas para evitar o superaquecimento da economia do país, se enfraqueceu e deu lugar ao otimismo, impulsionado pelo setor aéreo.
Os investidores focaram nos resultados companhia aérea Ryanair, que encerrou os três últimos meses do ano passado com prejuízo líquido de 10,9 milhões de euros, mostrando melhora ante os 118,8 milhões de euros registrados no mesmo período do ano passado.

Com isso, as ações da empresa avançaram quase 7% na bolsa de Dublin, enquanto os papéis da Iberia subiram mais de 2% em Madri e os da British Airways se valorizaram em quase 3,5% em Londres.
Trouxe mais ânimo os dados sobre a atividade manufatureira dos EUA, que teve expansão pelo sexto mês consecutivo. O indicador que mede o desempenho do setor foi a 58,4 em janeiro, após terminar um mês antes em 54,9.

Além disso, o Departamento do Comércio divulgou que a renda dos americanos cresceu 0,4% em dezembro, mais do que o esperado, e os gastos pessoais subiram 0,2%, terceira alta consecutiva.

Em Londres, o FTSE-100 fechou o pregão com alta de 1,14%, aos 5.247,41 pontos. O CAC-40, de Paris, avançou 0,60%, aos 3.762,01 pontos. Em Frankfurt, o DAX subiu 0,81%, aos 5.654,48 pontos.

(Vanessa Dezem | Valor com agências internacionais)

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host