UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

09/02/2010 - 08h52

Alencar diz que só disputará eleições se estiver curado

BELO HORIZONTE - O vice-presidente José Alencar (PRB) adiou para 17 de março, quando terminar mais uma rodada de exames de saúde, a decisão sobre qual será a sua participação nas eleições deste ano. Alencar, que terá 79 anos em outubro e sofre de câncer abdominal, está sendo articulado pela ala petista vinculada ao ministro do Desenvolvimento Social, Patrus Ananias, como candidato a governador por uma frente composta ainda por PMDB e PCdoB. " Antes disso não tomo decisão. Sou transparente, como não podia deixar de ser, em relação à minha saúde " , afirmou Alencar, ao sair de uma visita de 30 minutos ao governador mineiro Aécio Neves (PSDB), no Palácio das Mangabeiras. Alencar afirmou que os tumores em seu abdômen têm regredido. " Os médicos admitem que é um verdadeiro milagre " , disse.

O vice estabeleceu como condição para a sua candidatura o consenso de todas as lideranças lulistas em Minas. Há atualmente dois pré-candidatos no PT: Patrus Ananias e o ex-prefeito de Belo Horizonte Fernando Pimentel. O ministro das Comunicações, Hélio Costa (PMDB), também é pré-candidato. Acompanhado do secretário-geral da Presidência, Luiz Dulci, Patrus encontrou-se com Alencar na entrega do título de honra ao mérito ao vice, na Câmara dos Vereadores, logo após a audiência com Aécio. Alencar sinalizou ontem que não entrará na disputa caso todas as alas do lulismo não se ponham de acordo. " Estarei muito feliz se for uma figura apaziguadora. " , afirmou. " Tenho o dever de fazer tudo para que o presidente Lula tenha assegurada a continuação de seu trabalho. Queremos que haja unidade em Minas Gerais. Para isso, há muitos nomes e vários espaços. Não postulo nada para mim. O que quero é que haja em Minas um palanque inteligível, que faça sentido e que as pessoas, quando olhem, aplaudam " , disse. O vice minimizou o potencial eleitoral que a circunstância de estar em tratamento contra um um câncer possa lhe proporcionar. " Peço sempre a Deus que as manifestações de apreço não me subam à cabeça, para que não me torne um besta. Se resolver me candidatar, prefiro um cargo no Legislativo, não necessariamente no Senado. Também há eleição para a Câmara dos Deputados " , afirmou.

Ao saudar Alencar na Câmara dos Vereadores, Patrus manifestou a disposição de apoiar o vice. " Mestre, por onde você for, quero ser seu par " , afirmou, citando um verso da música " Andanças " , da sambista Beth Carvalho. O vice-presidente aproveitou a ocasião para estabelecer as condições de uma candidatura.

" Tenho que dizer para vocês a verdade: não posso ser candidato sem estar curado. Não tenho medo da morte, mas tenho medo da desonra. Morrer, todos vamos. Nunca parei de trabalhar, disputei três eleições depois da primeira cirurgia, em 1997. Em 1998, me levaram a ser candidato ao Senado, havia uma união e ganhei. Em 94, fui candidato de mim mesmo, o partido em que estava (o PMDB) se dividiu e eu perdi. Foi um erro. Não farei mais isso. Não posso levar meu nome sem estar seguro de, se eleito, exercer o meu mandato " .

Disposto, Alencar cumpriu uma maratona em Belo Horizonte. Além do encontro com Aécio e da homenagem dos vereadores, também era aguardado na posse da direção mineira da Ordem dos Advogados do Brasil e na festa pelo aniversário do PT, quando ganharia o título de " petista honorário " .

(César Felício | Valor)

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host