UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

09/02/2010 - 16h35

Alta de preços reduz venda de etanol em janeiro, diz ANP

RIO - A alta dos preços do etanol nas bombas em todo o país desde outubro causou a redução de 25% das vendas do produto entre dezembro e janeiro. Apesar do movimento, o diretor da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) Alan Kardec ressaltou que as vendas de álcool combustível continuam superiores às de gasolina A.

"O etanol perde consistentemente (participação) desde dezembro. O preço do etanol sobe desde outubro e, consequentemente, a paridade vem se alterando", afirmou Kardec, que apresentou hoje os dados do mercado brasileiro de combustíveis em 2009. "Mas as vendas de etanol continuam superiores, apesar de terem caído 25%", acrescentou, sem apresentar os números de janeiro.

Segundo o diretor, a expectativa da agência regulatória é de que, a partir da segunda quinzena de março, os preços do etanol comecem a cair devido ao período de safra.
Kardec frisou que, atualmente, apenas no Mato Grosso há vantagem comparativa no uso do etanol em relação à gasolina na hora de abastecer os veículos.

O diretor negou que haja falta de gasolina no país e afirmou que a expectativa para o mercado de combustíveis este ano é de um crescimento expressivo, passada a turbulência econômica causada pela crise internacional. Neste sentido, Kardec considerou "exuberante" a alta de 2,7% nas vendas de combustíveis no Brasil mesmo em meio à crise.

"Considerando que outros países caíram, o Brasil crescer 2,7% é importante", ponderou.

(Rafael Rosas | Valor)

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host