UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

09/02/2010 - 12h52

Papéis da Queiroz Galvão iniciam negócios na Bovespa em baixa

SÃO PAULO - Negociadas sob o código QGEP3, as ações da Queiroz Galvão Exploração e Produção iniciaram as operações na Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa) com desvalorização. Há instantes, os papéis recuavam 3,63% e eram cotados a R$ 18,31, com giro financeiro de R$ 43,4 milhões.

As ações da empresa saíram a R$ 19,00 cada na oferta inicial, na qual o piso de preço foi reduzido para a faixa de R$ 19,00 a R$ 20,00, ante a expectativa inicial de R$ 23,00 a R$ 29,00.

O braço de petróleo e gás do grupo Queiroz Galvão captou R$ 1,317 bilhão por meio de uma emissão primária de 69.340.017 ações ordinárias. A operação ainda pode ser acrescida de um lote suplementar de 15%, alcançando R$ 1,515 bilhão.

A oferta teve como coordenador-líder o Itaú BBA, que atuou em parceria com os bancos Bank of America Merrill Lynch, além do BTG Pactual.

Em seu portfólio, a companhia possui direitos de concessão sobre oito blocos exploratórios distribuídos na costa brasileira, incluindo os reservatórios no pré-sal localizados nas bacias de Santos, Jequitinhonha e Camamu. Os recursos captados deverão ser utilizados para os investimentos em exploração nos blocos e aquisições.

Com a adesão da empresa ao Novo Mercado, sobe para 172 o número de companhias listadas nos segmentos diferenciados de governança corporativa da Bovespa, sendo 116 no Novo Mercado, 18 no Nível 2 e 38 no Nível 1.

(Beatriz Cutait | Valor)
Hospedagem: UOL Host