UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

09/02/2010 - 11h06

UBS volta ao lucro, mas sofre com retirada de recursos por clientes

SÃO PAULO - O banco suíço UBS registrou o primeiro lucro trimestral em um ano, com contribuição de custos menores e créditos fiscais. De outubro a dezembro de 2009, a instituição registrou um ganho de 1,205 bilhão de francos suíços, ou US$ 1,3 bilhão.

O resultado foi melhor do que o previsto por alguns analistas, que esperavam ganhos da ordem de 300 milhões de francos. Nos mesmos três meses de 2008, houve prejuízo de 9,563 bilhões de francos.

Programas de eficiência e redução de custos iniciados em 2009 levaram a uma redução significativa nos custos fixos. O banco eliminou 16% de sua força de trabalho durante o ano passado, para 65,233 mil pessoas.

O UBS, que já devolveu 6 bilhões de francos da ajuda recebida do governo suíço, passou por uma grande reorganização, mas ainda sofre com o saque de recursos, em parte em decorrência de um escândalo fiscal em que autoridades dos Estados Unidos estão pedindo detalhes de mais de 4 mil americanos ricos com relacionamento com o banco suíço.

No trimestre final do ano passado, a instituição perdeu 56 bilhões de francos em fundos de clientes. A retirada de recursos deve seguir no curto prazo, alertou o UBS.

"Tomamos uma ação decisiva para transformar o UBS e agora é uma empresa focada, eficiente e resistente", avaliou o executivo-chefe do UBS, Oswald Gruebel, em comunicado. "Esperamos que nosso retorno à lucratividade aumente a confiança dos clientes no UBS e restaure nossa reputação", acrescentou.

(Juliana Cardoso | Valor, com agências internacionais)

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host