UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

10/02/2010 - 12h39

Declaração de IRPF não será mais feita em papel a partir de 2011

BRASÍLIA - Em 2011, a declaração de Imposto de Renda da Pessoa Física em formulário de papel será eliminada: será tudo pela internet. Este é o último ano em que esse formato será recebido pelos Correios. A maioria esmagadora dos documentos é entregue pela rede mundial de computadores, informou o supervisor nacional de IR da Receita Federal, Joaquim Adir.

Outra novidade para o ano que vem é o piso da renda anual que obriga a prestar contas ao Fisco. Será obrigado a declarar que tiver rendimentos em 2010 acima de R$ 22.487,25. O valor resulta da correção pela inflação (IPCA de 2009), do valor do limite de isenção fixado em R$ 17.215,08 para este ano.

Adir explicou que tem ocorrido uma redução gradativa dos formulários de papel da declaração de IR, ano a ano. Em 2009, por exemplo, nas 25 milhões de declarações recebidas pela Receita, apenas 127 mil ou 0,5% foram em papel.
" Recebemos números ilegíveis e informações incompletas, além de números de CPF que não são confiáveis. Tenho quatro caixas cheias na minha sala para o museu " , brincou Adir.

Ao ser questionado se o Fisco não estaria adotando uma posição elitista, ao passar a exigir declaração só pela internet, Adir respondeu: " Claro que não. Na verdade, estamos estimulando a inclusão digital. "
(Azelma Rodrigues | Valor)

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host