UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

10/02/2010 - 10h25

Horas trabalhadas e nível de emprego apresentam baixa em 2009

BRASÍLIA - As horas trabalhadas na produção da indústria nacional recuaram 7,6% em 2009. Nos 12 meses antecedentes, contudo, a Confederação Nacional da Indústria (CNI) registrou alta de 4,8% nesse indicador.

Somente no último mês de 2009, as horas trabalhadas cederam 0,4%, perante novembro, pelo critério dessazonalizado, e caíram 6,7%, sem ajuste sazonal. No confronto com dezembro de 2008, porém, foi observada elevação de 4,7%.

Por sua vez, o nível de emprego na indústria de transformação diminui 3,1% no ano passado completo. O resultado contrasta com o de 2008, quando houve expansão de 3,9%.

Em dezembro passado, no comparativo com novembro, o emprego cresceu 1,7%, pelo critério dessazonalizado, e subiu 0,4%, sem ajuste sazonal. Com relação ao mês final de 2008, a alta foi de 0,2%.

A CNI ressalva que o aumento dessazonalizado de 1,7% é a variação mensal mais elevada da série histórica, superando o recorde anterior, de março de 2004, quando o emprego tinha avançado 0,9%.

No caso da massa salarial real da indústria de transformação, foi verificada queda de 1,5% em 2009, uma inversão da direção tomada nos 12 meses anteriores, de 4,7% de expansão.

Somente em dezembro do ano passado, ante novembro, a CNI apontou elevação de 14,6% na massa salarial. No comparativo com o mês final de 2008, a alta foi de 0,2%.

(Azelma Rodrigues | Valor)

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host