UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

11/02/2010 - 10h37

Neoenergia fecha 2009 com lucro 7,6% superior ao de um ano antes

SÃO PAULO - O grupo Neoenergia, controlado por Previ, Banco do Brasil (BB) e pela espanhola Iberdrola, informou que seu lucro líquido aumentou 7,6% de 2008 para os 12 meses seguintes, ao passar de R$ 1,474 bilhão para R$ 1,586 bilhão no período. No quarto trimestre do ano passado, o lucro líquido da empresa somou R$ 518 milhões, alta de 26% sobre os R$ 411 milhões apurados em igual intervalo de 2008.

A receita operacional líquida da Neoenergia cresceu 10,7% em 2009, para R$ 6,966 bilhões, e aumentou 25,8% apenas nos últimos três meses do ano passado, para R$ 1,924 bilhão.

O lucro antes de impostos, juros, amortização e depreciação (Ebitda, na sigla em inglês) do grupo atingiu R$ 2,647 bilhões no último ano, leve aumento de 1,6% sobre 2008, e correspondeu a R$ 830 milhões no quarto trimestre de 2009, expansão de 20,6% sobre os três últimos meses de 2008.
Na comparação anual, a margem Ebitda da empresa caiu de 41,4% para 38%, enquanto, na relação trimestral, a margem recuou de 45% para 43,2%.

Em 2009, o grupo Neoenergia registrou um aumento de 4,6% no número de contratos ativos na comparação com 2008, o que representou 382 mil novos clientes, para um total de 8,759 milhões. Segundo a empresa, o crescimento foi impulsionado, principalmente, pelo incremento de 342 mil novos clientes (4,7% de aumento) na classe residencial no período.

" Esta classe representou 86,8% do total de consumidores do grupo e foi responsável por 34,3% da receita com o mercado cativo " , ressaltou a Neoenergia, em balanço.

(Beatriz Cutait | Valor)

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host