UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

11/02/2010 - 20h15

Para OAB, prisão de Arruda representa quebra da impunidade

SÃO PAULO - A Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) avaliou que a prisão do governador do Distrito Federal, José Roberto Arruda (sem partido), é um marco histórico para a política brasileira, com a quebra da impunidade. Em nota, o presidente nacional da OAB, Ophir Cavalcante, disse que a Justiça agiu como é de seu dever. "A prisão repõe a ordem, a lei, o bom senso e confere esperança à sociedade de que é possível derrotar a corrupção", assinalou Ophir.

Segundo ele, não se trata de vingança ou linchamento. "Apenas Justiça, o estrito cumprimento da lei, dentro do devido processo legal. A sociedade brasileira pode, enfim, acreditar que há luz no fim do túnel", acrescentou o presidente da OAB.

O Superior Tribunal de Justiça (STJ) decretou hoje, por 12 votos a 2, a prisão preventiva de Arruda, que é considerado pela operação Caixa de Pandora, da Polícia Federal, como o mentor do "mensalão do DEM". O esquema de corrupção tinha como base o suposto pagamento de propina para parlamentares do DF. Arruda se entregou no final da tarde na Superintendência da PF, em Brasília.

(Fernando Taquari | Valor)

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host