UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

12/02/2010 - 08h51

PIB da Alemanha tem variação nula no 4º trimestre de 2009

SÃO PAULO - A recuperação da economia alemã perdeu força no fim de 2009, apontou o Departamento Federal de Estatísticas (Destatis) em nota divulgada nesta manhã. O Produto Interno Bruto (PIB) do país registrou variação nula nos três últimos meses do ano passado, em relação ao trimestre antecedente, respeitando ajuste sazonal, de preço e de calendário.

Dessa forma, a tendência de crescimento da economia observada no segundo trimestre (0,4%) e no terceiro trimestre de 2009 (0,7%) não teve prosseguimento, resumiu o organismo.

Na comparação com um ano antes, o desempenho econômico foi ruim em todos os trimestres de 2009. O PIB, ajustado por preços, recuou 1,7%, ante os três meses finais de 2008. Com ajuste de calendário, o decréscimo foi mais marcado, de 2,4%.

A queda foi menos significativa do que a verificada entre julho e setembro do ano passado, quando o recuo ficou em 4,7% perante o mesmo período de 2008 e em 4,8%, com ajuste de calendário.

No confronto trimestral e com ajuste sazonal, de preço e de calendário, a única contribuição positiva veio do comércio exterior: enquanto as exportações subiram de novo, as importações caíram. O gasto com consumo final e a formação de capital declinaram e, consequentemente, tiveram um efeito de desaceleração no desempenho da economia.

No dia 24 deste mês, o Destatis vai apresentar dados mais detalhados.

(Juliana Cardoso | Valor)

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host