UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

17/02/2010 - 17h15

Bovespa segue acima dos 67 mil pontos

SÃO PAULO - A Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa) segue em firme movimento de alta, testando patamares de preço não observados em cerca de um mês. Por volta das 17h15, o Ibovespa marcava valorização de 2,22%, aos 67.315 pontos, com giro de R$ 4,33 bilhões. Os investidores voltaram do feriado de Carnaval e ajustam posições, pois os preços estavam defasados depois de dois dias sem pregão. Foi divulgada há pouco a ata do Federal Reserve (Fed), banco central americano. O documento mostra falta de consenso entre os membros do colegiado sobre a retirada dos planos de estímulos. Parte deles se mostra impaciente e quer que o Fed venda logo os ativos que tem em carteiras, como títulos imobiliários, enquanto outro grupo teme que, se tal atitude se mostrar precipitada, pode prejudicar o ritmo de recuperação da economia.

Falta consenso também quanto à forma de encarar os preços. Parte do grupo ainda teme deflação, enquanto outra parcela está preocupada com um risco de alta nos preços. O comitê também mostrou que segue trabalhando com um moderado ritmo de crescimento com um fraco mercado de trabalho. De volta à Bovespa, as ações PNA da Vale seguem concentrando o volume, apontando alta de 3,67%, a R$ 44,31. Petrobras PN também chamava compra, ganhando 1,44%, a R$ 34,29. E com o terceiro maior volume, Usiminas PNA se valorizava 3,70%, a R$ 47,86.

Ainda entre os maiores volumes do dia, OGX Petróleo ON subia 0,91%, a R$ 17,69, Itaú Unibanco PN tinha acréscimo de 2,18%, a R$ 37,89, e BM & F Bovespa ON ganhava 3,57%, a R$ 12,47. O destaque de alta está com o ativo PN da AmBev, que se valorizava 5,28%, a R$ 178,07. Rossi ON também ganhava mais de 5%, a R$ 14,33. Fibria ON, BEF Foods ON, PDG Realty ON, Duratex ON e MMX ON subiam mais de 4% cada.

Na ponta oposta, as teles seguem operando em baixa. Telemar PN devolvia 1,92%, a R$ 32,11, Vivo PN perdia 1,41%, a R$ 50,97, e TIM Part PN perdia 0,95%, a R$ 5,19.

Fora do índice, Telebrás volta a chamar compradores e disparava 20,32%, a R$ 2,19, com mais de R$ 119 milhões em volume. Alta expressiva também para Tectoy PN, que subia 40%, a R$ 0,14%. Hoje, foi cancelado o registro da Parmalat. Com isso, as ações ON e PN deixaram de ser negociadas. Seguem negociados os recibos de ações da Laep, empresa que controla a Parmalat no Brasil. O ativo ganhava 2,84%, a R$ 1,81.

(Eduardo Campos | Valor)

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host