UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

17/02/2010 - 17h15

Conselho da Cimpor diz que nova oferta da CSN ainda é baixa

SÃO PAULO - O conselho de administração da Cimpor disse que o preço oferecido pela CSN na oferta hostil pelas ações da cimenteira segue baixo e não reflete o valor da companhia portuguesa.

No entanto, um documento do conselho aos acionistas pondera que a oferta, caso seja bem sucedida, poderá diminuir a liquidez das ações da Cimpor, como resultado da redução dos papéis em circulação (free float). Além disso, o conselho lembra que alternativas de liquidez com características iguais às da oferta poderão não ser repetidas no futuro.

Na sexta-feira, a CSN elevou de 5,75 euros para 6,18 euros por ação o valor de sua oferta, além de condicionar o sucesso da operação à aquisição de um terço do capital mais uma ação. Em seu lançamento, o sucesso da oferta dependia da compra de 50% do capital mais uma ação.

O conselho de administração da cimenteira destaca que, apesar da revisão, o valor ainda está abaixo dos 6,50 euros por ação pagos pela Camargo Corrêa na aquisição das participações detidas pela Teixeira Duarte e pela Bipadosa.

O valor, no entanto, está acima dos 5,85 euros pagos pelo grupo Votorantim pela fatia de 3,93% da Cinveste na cimenteira, conforme anunciado hoje.

Segundo o documento, quase todos os membros do conselho de administração presentes na reunião na segunda-feira reiteraram a intenção de não alienar suas ações no âmbito da oferta. A exceção é Jorge Manuel Tavares Salavessa Moura, que diz ainda não ter tomado uma decisão.

(Eduardo Laguna | Valor)

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host