UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

18/02/2010 - 17h37

Paulo Octávio decide continuar no governo do DF

BRASÍLIA - Apesar dos fortes indícios de que iria renunciar, o governador em exercício no Distrito Federal, Paulo Octávio, anunciou há pouco que fica no cargo. Ele deixou claro que atende a um pedido do presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que estaria "preocupado" com a possibilidade de intervenção federal em Brasília, que deve ser votada na próxima semana pelo Supremo Tribunal Federal (STF).

"Tenho pronta minha carta de demissão, mas vou aguardar mais alguns dias", afirmou. Ele disse que durante a tarde de hoje recebeu vários apelos, da população, de políticos do DF e até do seu partido, o DEM, para que continue no cargo que ocupa desde a semana passada, com a prisão do governador José Roberto Arruda.

Ele confessou não ter recebido apoios para formar um governo de coalizão, mas disse que fica para garantir a governabilidade da capital da República.

"Não tenho ambição, a não ser garantir a governabilidade de Brasília", disse Paulo Octávio no discurso. "Quero ser um facilitador, fazer parte da solução, inspirado pelo desejo de servir." Ele informou que confessou hoje a Lula, em encontro pela manhã, que iria renunciar. E disse que Lula "mostrou-se preocupado com os acontecimentos em Brasília, mas disse que continuará dando seu apoio à cidade". Lula teria também manifestado sua preocupação com a possibilidade de intervenção federal no Distrito Federal.

Após dizer que hoje foi o dia "mais difícil" de sua vida, Paulo Octávio queixou-se da "exposição injusta e cruel" pela qual tem passado, com seu nome ligado às investigações da Polícia Federal na operação Caixa de Pandora, em que Arruda e políticos locais são acusados de receber propinas.

Ele destacou já ter renunciado "ao direito de ser candidato ao governo do Distrito Federal" nas eleições de outubro próximo. E que, após ouvir "inúmeros apelos", fará "um sacrifício pessoal de continuar à frente do governo para que Brasília não sofra uma intervenção federal".

(Azelma Rodrigues | Valor)

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host