UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

25/02/2010 - 17h27

Dólar avança 0,27%, mas segue com baixa de 2,86% no mês

SÃO PAULO - Em alta contra o real ao longo de toda sessão, espelhando o movimento travado contra o euro, o dólar comercial encerrou os negócios apreciado em 0,27%, a R$ 1,829 na compra e a R$ 1,831 na venda. A divisa americana chegou a atingir máxima de R$ 1,842, mas perdeu força também acompanhando a trajetória apresentada ante a moeda europeia.

Com o desempenho desta quinta-feira, o dólar passou a acumular valorização de 1,44% na semana, mas seguiu com baixa de 2,86% no mês. No ano, o dólar se valoriza em 5,05%.

Na roda de "pronto" da Bolsa de Mercadorias e Futuros (BM & F), o dólar subiu 0,30%, para R$ 1,8300. O volume despencou de US$ 59,75 milhões, na quarta-feira, para US$ 17,25 milhões hoje. Já os negócios no interbancário caíram de US$ 3 bilhões para US$ 2,2 bilhões, no mesmo período.

No leilão de compra de dólar no mercado à vista, realizado pelo Banco Central (BC), a taxa de corte correspondeu a R$ 1,8338.

Além de a situação econômica de países europeus, com destaque para a Grécia, continuar a trazer tensão para o mercado cambial, novos dados da economia americana reforçam a preferência dos investidores por ativos de menor risco.

Nesta quinta-feira, o Departamento do Trabalho dos Estados Unidos revelou que os novos pedidos de seguro-desemprego no país somaram 496 mil na semana terminada no dia 20 deste mês, um aumento de 22 mil em relação à marca antecedente, de 474 mil.

"Temos um cenário externo mais preocupante em termos de dívidas públicas de alguns países e também de crescimento menor que o imaginado. Desta forma, a cautela do investidor é bem grande", afirmou a diretora de câmbio da AGK corretora, Miriam Tavares.

A instituição aumentou sua previsão para a cotação do dólar ao fim de 2010, de R$ 1,75 para R$ 1,80. A AGK ainda alterou a estimativa para a faixa entre a qual a divisa deve operar, de R$ 1,65 a R$ 1,85, para uma banda de R$ 1,70 a R$ 1,95.

Na agenda de amanhã, última sessão do mês, está prevista a divulgação da segunda prévia do PIB americano do quarto trimestre de 2009, além dos dados de confiança do consumidor do país, relativos a fevereiro.

(Beatriz Cutait | Valor)

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host