UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

25/02/2010 - 12h27

Ibovespa perde os 67 mil pontos e ensaia queda nesta tarde

SÃO PAULO - A redução gradual dos ganhos do Ibovespa resultaram na inversão de rumo para o campo negativo, na tarde deste pregão, mas a bolsa nacional logo passou a operar estável.

Por volta das 14h40, o Ibovespa, que já oscilou entre 66.331 e 67.632 pontos, subia apenas 0,01%, aos 66.952 pontos. O volume negociado estava em torno de R$ 3,8 bilhões.

No mesmo horário, em Wall Street, o índice Dow Jones avançava 0,44%, o S&P 500 tinha aumento de 0,85% e o Nasdaq ganhava 1,31%.

Ainda que as manifestações pala saída do ditador Muamar Gadafi continuem na Líbia, a pressão sobre os preços do petróleo diminuiu.

A Agência Internacional de Energia (AIE) confirmou que a Arábia Saudita começou a produzir mais petróleo para compensar uma queda no fornecimento global em consequência da crise política da Líbia, conforme o jornal britânico Financial Times (FT). O conselho da agência se reuniu nesta sexta-feira, em Paris.

No âmbito corporativo, as ações PNA da Vale, com o maior giro do dia, avançam no pregão, depois de a empresa ter divulgado seu balanço trimestral. Há pouco, os papéis subiam 0,50 %, a R$ 49,50, enquanto Petrobras PN tinha alta de 0,21%, a R$ 28,43. A companhia informa seu resultado de 2010 ainda hoje, após o fechamento do mercado.

Ainda na ponta positiva do Ibovespa, destaque para os papéis Embraer ON (2,24%, a R$ 13,65), Klabin PN (2,16%, a R$ 6,14) e Vivo PN (1,99%, a R$ 58,40).

Já as principais quedas pertenciam às ações Redecard ON (-2,41%, a R$ 21,85), Cielo ON (-2,41%, a R$ 13,33) e Duratex ON (-2,44%, a R$ 16,34). Além disso, MMX ON se depreciava em 1,92%, a R$ 9,66, e Portx ON perdia 2,91%, a R$ 3,66.

Fora do Ibovespa, as atenções seguem com os papéis ON da HRT Participações em Petróleo, que recuavam 4,83%, a R$ 1.751,04.

A petroleira privada brasileira fechou acordo para adquirir até 100% das ações da UNX Energy, produtora independente de petróleo e gás natural, com ações listadas na Bolsa de Valores de Toronto. A companhia explora petróleo na Namíbia, na África. A transação é estimada em R$ 1,3 bilhão.

A Itaú Corretora ainda iniciou a cobertura dos papéis ordinários (ON, com direito a voto) da HRT com recomendação "underperform" (desempenho abaixo da média do mercado) e preço-alvo de R$ 2.050,00 para o fim de 2011.

(Beatriz Cutait | Valor)
Hospedagem: UOL Host