UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

25/02/2010 - 17h51

Funcionários da Câmara participavam de esquema de desvio de recursos

SÃO PAULO - A presidência da Câmara dos Deputados confirmou hoje a participação de funcionários da Casa no esquema de corrupção que teria desviado em torno de R$ 1,5 milhão que seriam destinados para o auxílio-creche e o vale-transporte.

De acordo com as investigações, o crime teria envolvido 67 pessoas. O caso foi encaminhado ao Ministério Público. A presidência da Câmara, porém, informou por meio de nota que "não há, em nenhum dos inquéritos instaurados pelo Departamento de Polícia Legislativa, qualquer indício" de participação de parlamentares na fraude.

A nota também destacou que os deputados demitiram os funcionários que eram considerados suspeitos. O site Congresso em Foco revelou como a fraude acontecia. O empregado da Casa informava de forma proposital que morava em local mais distante do que a realidade. Com isso, ganhavam um auxílio-transporte maior. Outro grupo cadastrava funcionários fantasmas em gabinetes para receber o auxílio-creche. (Fernando Taquari | Valor)

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host