UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

25/02/2010 - 10h58

Usiminas estuda nova empresa para negócios de minério

SÃO PAULO - A Usiminas informou hoje, ao divulgar seu balanço de 2009, que considera segregar seus ativos de mineração de ferro e logística em uma nova empresa, e buscar parceiros estratégicos para o negócio e, posteriormente, abrir seu capital. Essa nova empresa ficará sob o controle da Usiminas S.A. A proposta foi aprovada ontem em reunião do conselho de administração da companhia, autorizando a diretoria-executiva a buscar alternativas para " otimização e agregação de valor aos negócios relacionados à exploração de minério de ferro e atividades logísticas correlatas " . Esses estudos devem ser implementados ao longo de 2010.
Atualmente, esses ativos da Usiminas são compostos por quatro minas de ferro na região de Serra Azul, em Minas Gerais, pela participação de 10% no capital total da ferrovia MRS Logística e pela área adquirida no litoral do Rio, em Itaguaí, com vistas à implantação de um terminal portuário previsto para entrar em operação em 2014. O negócio de mineração é resultado da aquisição da antiga J. Mendes no início de 2008 por US$ 1,9 bilhão. A produção já alcança 6 milhões de toneladas e o plano, com novos investimentos, era de atingir 29 milhões de toneladas depois de 2013.

Esse caminho segue o mesmo da concorrente Cia. Siderúrgica Nacional (CSN), que no ano passado anunciou uma segregação de seus ativos de minério de ferro e logística numa única empresa. O objetivo é, com isso, também abrir o capital em Bolsa, o que o mercado espera correr ainda neste semestre. Em minério de ferro a CSN tem a mina Casa de Pedra e 60% da Namisa, em logística, 32% da MRS e tem um terminal portuário em Itaguaí.

(Ivo Ribeiro | Valor)

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host