UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

01/03/2010 - 10h49

Lula mantém viagem ao Chile na próxima semana mesmo após terremoto

BRASÍLIA - O presidente Luiz Inácio Lula da Silva deve viajar para o Chile na próxima quinta-feira (10), onde pretende ficar até sexta-feira (11). Lula participa da cerimônia de posse do presidente eleito chileno, Sebastián Piñera. A assessoria da Presidência da República informou que a viagem está mantida e só será cancelada se houver um pedido ou orientação do governo chileno. O presidente ficará apenas em Santiago (capital), que foi parcialmente atingida pelo terremoto do sábado.

Lula disse hoje (1º) no programa semanal de rádio Café com Presidente que o governo brasileiro se dispõe a ajudar o Chile no que for necessário. O presidente tentou conversar por telefone com a presidente do Chile, Michelle Bachelet, mas não conseguiu por enquanto. Segundo Lula, o Chile é um país bem estruturado e capaz de vencer mais esse desafio.

Ontem, um grupo de 12 brasileiros - nove civis e três militares - chegaram a Brasília depois de serem trazidos do Chile em uma aeronave da Força Aérea Brasileiras (FAB). Os brasileiros afirmaram que a sensação causada pelos tremores é de pânico.

Lula havia confirmado presença na cerimônia de Piñera, que é o primeiro presidente eleito de centro-direita no Chile depois de 20 anos da esquerda no poder. Para o presidente Lula, a relação Brasil e Chile é histórica e deverá ser ampliada, segundo afirmações do ministro de Relações Exteriores, Celso Amorim, que esteve no começo do mês passado com Piñera.

No sábado, houve um dos maiores terremotos da história dos últimos 50 anos do Chile. Os abalos atingiram principalmente o Sul do país provocando mortes e deixarando desaparecidos e desabrigados, além de causarem destruição de estradas e edifícios.

(Agência Brasil)

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host