UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

01/03/2010 - 19h20

Wall Street fecha primeiro pregão de março com alta

SÃO PAULO - Os principais índices acionários de Nova York começaram março com valorização, embalados por notícias corporativas e por indicadores positivos da economia dos Estados Unidos. O Dow Jones Industrial avançou 0,76%, para 10.403,79 pontos, enquanto o S & P 500 subiu 1%, para 1.115,71. O ganho mais expressivo foi do Nasdaq Composite, de 1,6%, aos 2.273,57 pontos.

Uma das notícias que animaram os investidores foi a de que o gasto do consumidor americano cresceu 0,5% em janeiro, segundo os dados do governo. Foi o terceiro mês seguido de aumento e o resultado superou as estimativas de analistas. Além disso, o Institute for Supply Management (ISM) informou que a indústria de transformação dos EUA teve crescimento em fevereiro, pelo sétimo mês consecutivo.

Os indicadores, que apontam para uma recuperação da atividade econômica do país, estimularam a compra de ações no pregão de hoje. Alguns papéis reagiram ao noticiário corporativo, como os da seguradora AIG, que subiram 4,1%. A empresa vendeu sua unidade asiática para a britânica Prudential por US$ 35,5 bilhões. A fabricante de equipamentos biotecnológicos Millipore saltou 11,1% depois da oferta de compra feita pela alemã Merck KGaA, de US$ 6 bilhões em dinheiro mais assunção de dívidas.

As fornecedoras de serviços financeiros MSCI e RiskMetrics tiveram trajetórias opostas depois que a primeira anunciou a compra da segunda por cerca de US$ 1,55 bilhão. As ações da MSCI caíram 4,6% e as da RiskMetrics avançaram 13,2%.

A SanDisk, que fabrica cartões de memória, melhorou sua previsão de receita no primeiro trimestre e suas ações fecharam em alta de 11,9%. Outras ações de tecnologia subiram após a divulgação de estudo da indústria de semicondutores segundo o qual as vendas cresceram 0,3% em janeiro. A Intel, por exemplo, valorizou 1,7%. (Paula Cleto | Valor, com agências internacionais)

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host