UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

04/03/2010 - 15h24

Com a 1ª queda em 3 pregões, Ibovespa recua para 67.727 pontos

SÃO PAULO - A pressão do mercado externo e das ações de maior peso levam o Ibovespa a apresentar a primeira baixa em três pregões. Investidores mostram menor disposição em assumir riscos, diante de um novo aumento dos preços do petróleo e da criação de vagas nos Estados Unidos aquém do esperado, em fevereiro.

Por volta das 15h20, o Ibovespa recuava 0,61%, aos 67.727 pontos. O volume negociado estava em torno de R$ 3,1 bilhões.
No mesmo horário, em Wall Street, o índice Dow Jones caía 1,29%, o S&P 500 perdia 1,27% e o Nasdaq cedia 0,95%.

Na Líbia, a pressão para a saída do ditador Muamar Gadafi parece aumentar. A Interpol emitiu um alerta internacional contra ele, 15 familiares e assessores com o objetivo de contribuir com as sanções internacionais contra o ditador líbio e seu regime.

O alerta é enviado aos 188 membros da Interpol no mundo para que passem às polícias de fronteira informações que podem ser usadas para controlar os movimentos de pessoas procuradas.

A Interpol afirmou que Gadafi e os outros indivíduos "foram identificados como participantes ou cúmplices no planejamento de ataques, incluindo bombardeios aéreos a populações civis".

No Brasil, as chamadas "blue chips" pressionam o Ibovespa para baixo. Instantes atrás, apesar do aumento dos preços do petróleo, Petrobras PN recuava 0,03%, a R$ 28,95, assim como Vale PNA perdia 1,63%, a R$ 48,79.

O ministro de Minas e Energia, Edison Lobão, afirmou hoje que a concessionária responsável por construir e explorar a hidrelétrica de Belo Monte, no rio Xingu (PA), ainda mantém as negociações abertas com as empresas que podem substituir o grupo Bertin na sociedade.
O ministro afirmou que, em breve, deve haver uma definição sobre a participação de 9% na concessão da Norte Energia S/A (Nesa), que é destinada a autoprodutores - empresa que produz energia para consumo próprio.

"Estudamos muitas propostas. Pode ser realmente a Vale, pode ser a Alcoa, que estão interessadas", afirmou Lobão, ao citar duas empresas que a participação como autoprodutora pode ser estratégica para a própria demanda por energia elétrica.

Lobão não descarta a substituição do grupo Bertin pelos atuais participantes do empreendimento, entre ele as grandes empreiteiras a Odebrecht e a Camargo Corrêa. Ao ser questionado sobre a entrada do grupo EBX, o ministro respondeu que "pode ser uma hipótese".

As principais quedas do Ibovespa ainda partiam de papéis de telecomunicação, como Telemar PN (-2,55%, a R$ 25,62) e Tim Participações PN (-3,38%, a R$ 6,28) e ON (-3,54%, a R$ 7,62), além de MMX ON (-2,65%, a R$ 9,52).

Na ponta oposta, destaque positivo para Usiminas PNA (1,99%, a R$ 20,45), CPFL Energia ON (1,41%, a R$ 43,09) e CCR Rodovias ON (0,82%, a R$ 47,90).

(Beatriz Cutait | Valor)
Hospedagem: UOL Host