UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

04/03/2010 - 20h18

Telebrás reduz prejuízo em 2009 para R$ 20,6 milhões

SÃO PAULO - A Telebrás registrou prejuízo líquido de R$ 20,590 milhões em 2009, o que representa uma redução de 35,2% em relação aos R$ 31,784 milhões apurados em 2008.

Como não possui atividade operacional, o balanço da Telebrás consiste basicamente em despesas com pessoal e manutenção de sua estrutura administrativa.

No entanto, a reativação da estatal de telecomunicações tem sido cogitada pelo governo, como forma de viabilizar o Plano Nacional de Banda Larga, que pretende levar o acesso de internet em alta velocidade para locais que não são atendidos pelas operadoras privadas.

A possibilidade de uso da empresa para gerenciar essa rede de telecomunicações já foi levantada inclusive pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva, o que fez as ações da companhia disparar nos últimos meses.

A empresa contabilizou R$ 181 mil como receitas operacionais no ano passado, contra R$ 482 mil registrados em 2008. Já as despesas operacionais somaram R$ 18,422 milhões, acima dos R$ 15,123 milhões do ano anterior.

A Telebrás melhorou seu resultado financeiro líquido, com perda de apenas R$ 297 mil, ante um saldo negativo de R$ 17,143 milhões em 2008.

A companhia encerrou 2009 com 227 funcionários, quatro a menos do que no ano anterior. Destes, 223 estão cedidos à Anatel e a outros órgãos do setor.
A estatal destaca ainda em seu balanço que, em novembro de 2009, a União fez um aporte na companhia de R$ 200 milhões, o que praticamente dobrou seu capital social, para R$ 419 milhões.

No final de dezembro, a União detinha diretamente 89,88% das ações ordinárias (com direito a voto) e 72,67% de seu capital total, que, somados às participações detidas por outras empresas federais, totalizavam 74,58% do capital.

(Téo Takar | Valor)

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host