UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

05/03/2010 - 11h42

Recuperação do Brasil pode perder ímpeto, diz OCDE

SÃO PAULO - A recuperação da economia brasileira continua, mas pode perder o ímpeto, de acordo com os resultados de um indicador calculado pela Organização para a Cooperação e o Desenvolvimento Econômico (OCDE), entidade que reúne os países mais desenvolvidos.

O índice composto de indicadores antecedentes do país marcou 98,6 pontos em janeiro, 0,2 ponto a menos do que em dezembro, quando a contagem foi de 98,8, o que pode sinalizar a perda de dinamismo. O índice, porém, está 14,2 pontos acima do patamar de janeiro de 2009.

O índice leva em conta dados relacionados aos níveis iniciais da produção, com o objetivo de detectar tendências e mudanças na atividade econômica. Pela metodologia adotada, acima de 100 pontos há expansão econômica. Abaixo disso - caso do Brasil -, se o número está em alta, é sinal de recuperação. Se está em queda, sinaliza retração. Para a OCDE, o Brasil está em recuperação.

Pelos dados da entidade, a Índia está na mesma situação do Brasil. Apresenta recuperação, mas seu índice recuou 0,1 ponto de dezembro para janeiro, somando 99 pontos. O patamar é 5,1 pontos superior ao de janeiro de 2009.

Dentre os países analisados pela OCDE, apenas Brasil e Índia estão no movimento de recuperação e com índice inferior a 100. Os demais estão todos em expansão, com indicadores em crescimento e acima de 100. Os outros dois componentes dos Bric, Rússia e China, registraram 102,1 e 103,5 pontos, respectivamente. O conjunto dos 30 países componentes da OCDE marcou índice de 103,6. Os Estados Unidos viram o indicador avançar 0,9 ponto de dezembro para janeiro, para 102,3.

(Paula Cleto | Valor)

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host