UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

08/03/2010 - 10h18

Grécia não vai pedir ajuda externa para problemas da dívida, diz BC

SÃO PAULO - A Grécia não vai solicitar ajuda externa para se livrar da crise da dívida, sustentou o presidente do banco central do país, George Provopoulos, em entrevista ao jornal Financial Times Deutschland.

Ele se mostrou confiante de que o governo grego será capaz de levantar os recursos necessários para refinanciar os vencimentos da dívida em abril e maio.

O dirigente do BC da Grécia sustentou que a forte demanda pelos bônus gregos vendidos na quinta-feira passada mostrou que Atenas pode obter os recursos que precisa nos mercados financeiros.

Ontem, o presidente francês Nicolas Sarkozy disse que os países da zona do euro podem ajudar a Grécia a superar seus problemas financeiros. A declaração foi dada após reunião com o premiê grego George Papandreou.

"A França está ao lado da Grécia", afirmou Sarkozy. "O euro é nossa moeda. Isto implica solidariedade", completou. O dirigente francês disse que os principais atores europeus estão determinados a fazer o que for necessário para garantir que a Grécia não está isolada.

Papandreou observou, por sua vez, que seu país não está buscando assistência financeira no momento. "Não estamos pedindo dinheiro. Estamos simplesmente querendo ser capaz de tomar emprestado de maneira similar, se não nos mesmos termos, dos países da zona do euro", emendou.

Antes de Sarkozy, o primeiro-ministro da Grécia conversou com a chanceler alemã Angela Merkel. Nesta semana, Papandreou vai para Washington.

(Juliana Cardoso | Valor, com agências internacionais)

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host