UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

11/03/2010 - 15h27

Desastre no Japão, importante importador de petróleo, derruba preço

SÃO PAULO - Os contratos futuros de petróleo fecharam em queda hoje diante dos terremotos no Japão, o terceiro maior importador da commodity no mundo. Durante a negociação, os preços em Nova York chegaram a ficar abaixo de US$ 100.

O contrato do WTI com vencimento em abril recuou US$ 1,54, para US$ 101,16 o barril, enquanto o ativo para maio caiu US$ 1,57, para US$ 102,35.

Em Londres, o Brent para abril caiu US$ 1,59 e fechou o dia a US$ 113,84. O vencimento de maio perdeu US$ 1,52, para US$ 113,84.

Além da expectativa de queda da demanda por conta do desastre japonês, o preço do petróleo perdeu pressão no Oriente Médio com a frustração do anunciado "dia de fúria" na Arábia Saudita. O policiamento rigoroso impediu a concentração dos manifestantes depois das orações desta sexta-feira.

O alívio quanto à Arábia Saudita, maior produtor mundial de petróleo, impediu que o forte dia de protestos no Iêmen, em que forças de segurança abriram fogo contra ativistas, empurrasse os preços para cima.

Dados da China reforçaram a expectativa de declínio na demanda por petróleo. Os preços ao consumidor subiram 4,9% em fevereiro e o índice de preços ao produtor subiu 7,2%. As elevações acima do esperado apontam para novos aumentos na taxa de juros, em um esforço para conter o consumo e, assim, combater a inflação.

(Luciana Seabra | Valor, com agências internacionais)
Hospedagem: UOL Host