UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

11/03/2010 - 17h39

Dólar cai pelo terceiro dia e já perde 0,95% na semana

SÃO PAULO - Pelo terceiro dia o dólar perdeu valor para o real, e segue negociado nos preços observados em janeiro. Hoje, as vendas aconteceram apesar de uma grande instabilidade nas bolsas e no mercado de commodities.

No final da jornada, o dólar comercial apontava baixa de 0,16%, a R$ 1,768 na compra e R$ 1,770 na venda. Esse é o menor preço desde 18 de janeiro. Na semana, a perda acumulada é de 0,95%, e no mês a desvalorização é de 2,05%.

Na roda de " pronto " da Bolsa de Mercadorias e Futuros (BM & F), o dólar recuou 0,03%, para R$ 1,7695. O volume quadruplicou para US$ 132,25 milhões. Já no interbancário, os negócios caíram de US$ 2 bilhões para US$ 1,6 bilhão.

Segundo o analista da BGC Liquidez, Mário Paiva, a queda do dólar neste começo de mês reflete a expectativa do fluxo de entrada em função das ofertas de ações que vão acontecer ao longo do março.

No entanto, como essa expectativa já foi embutida no preço da moeda, o dólar " caminha de lado " , conforme jargão de mercado, sem força para novas baixas ou motivos para tentar retomar a linha de R$ 1,80.

Ainda de acordo com o especialista, a taxa deve seguir comportada entre R$ 1,75 a R$ 1,85. Abaixo desse " piso " , volta ao mercado a preocupação com possíveis atuações do governo, via Fundo Soberano, ou restrições de capital.

Por outro lado, diz o especialista, não há evento previsto que justifique uma alta muito acima de R$ 1,80. " Uma puxada de alta só ganha forma caso a preocupação com crédito soberano volte à pauta. " Ainda de acordo com Paiva, os investidores mundiais estão fazendo contas para ver até que ponto vai a recuperação da economia mundial. Paiva lembra que a retomada foi impulsionada por uma injeção de recursos sem precedentes por governo e bancos centrais, mas que esse modelo já está em um ponto de exaustão. (Eduardo Campos | Valor)

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host