UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

12/03/2010 - 13h55

Petrobras afirma que não há irregularidade em contratos da Repar

SÃO PAULO - A Petrobras divulgou nota há pouco reiterando que não há irregularidades nos contratos referentes à modernização e adequação da produção da Refinaria Presidente Getúlio Vargas (Repar), em Araucária (PR). O Tribunal de Contas da União (TCU) apontou que o projeto estaria impedido de receber investimentos por conta de superfaturamento e restrição à competitividade. Apesar da recomendação, um veto do presidente Luiz Inácio Lula da Silva garantiu a continuidade dos repasses.

"Existem diferenças nos critérios e parâmetros utilizados pelo TCU e pela Petrobras, o que resultou em diferentes valores em alguns contratos desta obra", explica a Petrobras na nota. "A companhia colabora sistematicamente com os órgãos de controle e, quando há diferenças, procura esclarecê-las, o que vem sendo feito", acrescenta a estatal.

O presidente Lula inaugura hoje a primeira etapa das obras de ampliação da Repar. A ministra da Casa Civil e pré-candidata do PT à Presidência, Dilma Rousseff, acompanha Lula na cerimônia.

(Valor)

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host